1 a cada 5 viagens de bikes compartilhadas começam ou terminam em estações de metrô ou terminais de ônibus, em São Paulo

terça-feira, 15 de dezembro de 2020

Em um levantamento realizado sobre micromobilidade, em São Paulo, mais de 20% das viagens com bicicletas compartilhadas começam ou terminam em estações próximas a pontos de transporte público.

 

Ou seja, 1 a cada 5 viagens do Bike Sampa, que funciona 24 horas, são originadas em estações de integração modal. A empresa de tecnologia de micromobilidade Tembici prevê 700 viagens a mais por mês com duas novas estações abertas nesta semana.

 

Os sistemas de bicicletas compartilhadas são planejados conforme três pilares essenciais: integração modal, infraestrutura cicloviária e concentração de empregos e atividades.

 

Desde que as bikes começaram a ser compartilhadas, os deslocamentos entre um ponto e outro já é comum nas grandes cidades, em especial em São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador.

Compartilhar:

Leia Também