2021 vai ser um pouco mais fresco que 2020, mas ainda estará entre os 6 anos mais quentes da história

quinta-feira, 07 de janeiro de 2021

Os pesquisadores do centro de meteorologia do Reino Unido preveem que 2021 será um pouco mais frio que 2020 em todo o mundo. Isso não quer dizer que não haverá tempo quente.

 

O fenômeno climático La Niña no oceano Pacífico fará com que as temperaturas caiam, mas os gases causadores do efeito estufa continuarão sendo o maior fator de influência no clima global.

 

O La Niña se desenvolve quando fortes ventos sopram as águas quentes da superfície do Pacífico para longe da América do Sul e em direção às Filipinas. O resultado disso é que as águas mais frias do fundo do oceano acabam vindo para a superfície do mar e reduzindo as temperaturas.

 

Espera-se que o fenômeno provoque uma queda de 1°C ou 2°C, o que provavelmente será o suficiente para evitar que 2021 tenho um novo recorde de alta temperatura.

Compartilhar:

Leia Também