UFMG identifica 68 bebês que já nasceram com anticorpos

sexta-feira, 04 de junho de 2021

Um estudo inédito feito pela Universidade Federal de Minas Gerais identificou 68 bebês que já nasceram com anticorpos para a covid-19.

 

Foram 506 mães testadas em Uberlândia, Contagem, Itabirito, Ipatinga e Nova Lima. 68 delas geraram anticorpos e a maioria repassou para os bebês que também foram testados.

 

As pesquisas mostram que a maioria das mães passou os anticorpos para os bebês por meio de transferência placentária, ou seja, elas geraram anticorpos depois de se infectarem pelo Sars-Cov-2 durante a gestação.

 

Os casos em que as mães testaram positivo para covid-19 serão acompanhados por dois anos para saber se, a médio prazo, a criança pode desenvolver alguma sequela.  13% das mães infectadas geraram anticorpos, percentual que surpreendeu já que na população em geral gira em torno de 7% a 9%.

Compartilhar:

Leia Também