800 cientistas brasileiros integram a lista dos mais influentes do mundo

quarta-feira, 06 de janeiro de 2021

Mais de 100 mil nomes foram citados na lista de cientistas mais influentes do mundo. Divulgada pelo Plos Biology e o Web of Science. Os nomes foram escolhidos com base no impacto do pesquisador e na influência ao longo da sua carreira, além da contribuição no ano de 2019.

 

A pesquisa, conduzida por uma equipe da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, utilizou como referência, diversas informações da Scopus, uma base de dados bibliográficos que inclui resumos e citações de artigos de periódicos científicos publicados pelos cientistas.

E o Brasil tem o que comemorar. 800 de nossos cientistas fazem parte do ranking da Scopus

Entre os nomes de professores brasileiros estão:
• 158 da USP – Universidade de São Paulo;
• 76 da Unicamp – Universidade Estadual de Campinas/SP;
• 39 da UFMG – Universidade Federal de Minas Gerais;
• 31 da Fiocruz – Fundação Oswaldo Cruz;
• 20 da UFPE – Universidade Federal de Pernambuco;
• 14 da UFSM – Universidade Federal de Santa Maria;
• 14 da UFC – Universidade Federal do Ceará;
• 8 da UEM – Universidade Estadual de Maringá no PR;
• 4 da UNG, Universidade de Guarulhos em SP;
• 3 da UFS – Universidade Federal de Sergipe;
• 3 da UFCG – Universidade Federal de Campina Grande, na PB.

 

E o Brasil figura também entre os “Pesquisadores Altamente Citados 2020”. Nessa lista, temos 19 brasileiros que estão entre os mais importantes da última década, sendo 11 do Estado de São Paulo e 9 com o apoio da Fapesp – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.

Compartilhar:

Leia Também