Alunas brasileiras criam minifoguetes para reflorestar áreas devastadas

domingo, 18 de outubro de 2020

Três jovens brasileiras desenvolveram um minifoguete para reflorestar áreas devastadas. O projeto foi feito no curso de Técnico em Agropecuária, na escola agrícola do Paraná.

 

 

A instituição criou um programa para estimular participação de meninas na ciência e agora é finalista em premiação nacional. As alunas têm idade de 14, 15 e 16 anos.

 

 

Elas desenvolveram os minifoguetes após um incêndio que arrasou parque nacional de Ilha Grande, no Paraná, região onde moram. Os protótipos são capazes de transportar sementes até áreas de difícil acesso.

 

 

Feitos com tubo de PVC e movidos à base de um combustível natural, uma pilha e um fio para dar ignição, os minifoguetes foram desenvolvidos a um custo unitário de R$ 50.  O protótipo chega a subir até 300 metros.

 

 

As sementes são transportadas num compartimento especial no “bico” do veículo. Quando ele atinge a altura máxima, esse compartimento se abre e as sementes são espalhadas no solo, com uma capacidade de reflorestar uma área de 284 metros quadrados.

Compartilhar:

Leia Também