Alzheimer: cientistas desenvolvem novo tratamento e uma vacina para a doença

segunda-feira, 29 de novembro de 2021

Estudo traz uma nova abordagem promissora para tratamento da doença de Alzheimer – e também para uma possível vacina contra ela. A pesquisa foi desenvolvida por uma equipe formada por cientistas do Reino Unido e da Alemanha.

 

De acordo com o site Medical Xpress, tanto o tratamento, à base de anticorpos, quanto a vacina, baseada em proteínas, desenvolvidos pela equipe reduziram os sintomas de Alzheimer em experimentos em laboratório.

 

Em uma abordagem diferente do que já foi pesquisado, os cientistas identificaram um anticorpo que neutralizaria as formas truncadas da proteína. Eles adaptaram esse anticorpo para que o sistema imunológico humano não o reconhecesse como estranho e o aceitasse.

 

Com base em técnicas de imagem semelhantes às usadas para diagnosticar Alzheimer em humanos, os cientistas descobriram que tanto o anticorpo quanto a vacina ajudaram a restaurar a função dos neurônios, aumentar o metabolismo da glicose no cérebro, restaurar a perda de memória e, mesmo que não fossem diretamente alvos, reduzir a formação de placas beta-amiloides, afetadas na doença de Alzheimer.

Compartilhar:

Leia Também