Anatel define regras do leilão para tecnologia 5G

quinta-feira, 04 de março de 2021

A Agência Nacional de Telecomunicações estabeleceu as regras que vão impulsionar o lançamento da tecnologia no país e quem vencer o leilão terá de garantir o 5G em grandes cidades a partir de 31 de julho de 2022.

 

O próximo passo é calcular o preço dos lances dos blocos que serão leiloados para que o Tribunal de Contas analise em até 150 dias.

 

O 5G trata da quinta evolução da tecnologia de telefonia móvel. Além de prometer maiores velocidades de download – até 20 vezes mais que o 4G – oferece menor tempo de resposta entre os comandos.

 

Ao todo, o leilão vai ofertar quatro frequências – que são como “avenidas” no céu, por onde passam os dados. As teles compram o direito de usá-las para oferecer os serviços. Duas frequências são divididas com 4G e outras duas com 5G puro, voltado para banda larga e voltado para o consumidor final.

Compartilhar:

Leia Também