Anticorpos gerados pela vacina contra covid podem passar para bebês pela amamentação

segunda-feira, 26 de abril de 2021

A amamentação pode ajudar a prevenir a covid-19 em bebês, além de proteger contra distúrbios gastrointestinais associados à doença. É a conclusão de uma revisão feita por pesquisadoras do Instituto de Ciências Biomédicas da USP.

 

A revisão foi realizada ao longo do segundo semestre de 2020, incluindo um quadro de pesquisas mais recentes, focadas na situação das mães vacinadas.

 

A vacina permite que os anticorpos, ao passarem por um processo chamado “soroconversão” no corpo das mães, passem ou não para o bebê. Ainda que muito recentes, esses trabalhos sugerem que esses anticorpos, após a vacina, também passam para o bebê pelo leite.

Como o bebê não tem um sistema imunológico formado, depende de que a mãe forneça a elas essa proteção, que vem das moléculas presentes no leite. Com a amamentação, o quadro de sintomas e consequências é bastante reduzido, caso haja infecção.

Compartilhar:

Leia Também