Cientistas criam aplicativo de celular que pode identificar Alzheimer e TDAH

quarta-feira, 18 de maio de 2022

Cientistas da Universidade da Califórnia em San Diego, nos Estados Unidos, criaram um aplicativo que pode rastrear distúrbios e transtornos como o TDAH e o Alzheimer.

 

A identificação é feita por meio da câmera frontal de aparelhos mais modernos, que tem a tecnologia infravermelha de reconhecer a face do usuário.

 

Com a câmera, o aplicativo consegue acompanhar a mudança do tamanho da pupila. Estudos recentes mostram que o tamanho da pupila está ligado às funções neurológicas do paciente.

 

Os dados do aplicativo foram comparáveis aos encontrados pela máquina considerada padrão-ouro para detectar as mudanças no tamanho da pupila – encontrada em grandes laboratórios.

Compartilhar:

Leia Também