Artista transforma chinelos abandonados nas praias em obras que valem até R$ 5,6 mil

quarta-feira, 10 de novembro de 2021

O artista Aristide Kouame esculpe formas, letras e rostos nas solas de borracha de chinelos abandonados nas praias.

 

O artista marfinense transforma os restos em obras de arte avaliadas em até US$ 1 mil (ou cerca R$ 5,6 mil). As peças são cortadas e moldadas em grandes colagens.

 

Sua técnica é ao mesmo tempo barata e ecologicamente consciente. O plástico e outros detritos –incluindo grandes quantidades de chinelos perdidos ou descartados– se espalham pela maioria das praias urbanas da África Ocidental.

 

O lixo lançado nos canais das cidades é carregado para o mar e volta à praia com as marés. Ele recolhe o descarte em uma praia de Abidjã, a capital comercial da Costa do Marfim. E com os restos remanescentes, o artista ainda cria a própria tinta.

Compartilhar: