Aspirina será testada em tratamento de câncer de mama agressivo

quarta-feira, 25 de agosto de 2021

Pesquisadores britânicos vão testar pela primeira vez em pacientes se a aspirina pode ajudar a combater o câncer de mama agressivo, permitindo que tumores difíceis de tratar aceitem melhor os medicamentos.

 

O teste clínico, realizado em mulheres com câncer de mama triplo-negativo, está sendo conduzido em Manchester, no Reino Unido.

 

Os médicos suspeitam que são as propriedades anti-inflamatórias da aspirina, e não seu efeito analgésico, que auxiliam no tratamento.

 

Há algumas evidências de que a aspirina pode ajudar a prevenir alguns outros tipos de câncer e diminuir o risco de propagação da doença. Porém, mais pesquisas a respeito são necessárias.

Compartilhar:

Leia Também