Atletas paralímpicos ganharão cães-guias

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2021

Uma parceria inédita permitirá que quatro atletas paralímpicos, com deficiência visual, recebam cães-guias para auxiliá-los nas tarefas do dia a dia.

 

O Comitê Paralímpico assinou parceria com o Centro de Treinamento de Formação de Cães-Guias do Instituto Federal Catarinense, com aval da Secretaria Especial do Esporte.

 

Os cães-guias permitem que deficientes visuais adquiram um nível maior de independência. Os animais auxiliam em várias tarefas cotidianas, como atravessar a rua, parar em sinais, evitar obstáculos e encontrar as portas dos estabelecimentos.

 

Os animais do Centro de Treinamento são das raças labrador e golden. Por se tratar de uma função altamente específica, o treinamento de um cão-guia dura, no mínimo, dois anos e meio. Com eles, os atletas terão mais autonomia.

Compartilhar:

Leia Também