Banco Central aprova medidas adicionais de segurança para Pix

quinta-feira, 07 de outubro de 2021

O Banco Central aprovou medidas adicionais de segurança para o sistema instantâneo de pagamentos. O uso de informações vinculadas às chaves Pix será ampliado para prevenir fraudes.

 

A principal medida é o bloqueio do recebimento de transferências via Pix a pessoas físicas por até 72 horas, caso haja suspeita que a conta beneficiada seja usada para fraudes.

 

O bloqueio preventivo permitirá que a instituição financeira faça uma análise mais cuidadosa de fraude em contas de pessoas físicas, aumentando a chance de recuperação dos recursos por vítimas de algum crime ou extorsão.

 

A resolução obrigou que os mecanismos de segurança adotados pelas instituições sejam no mínimo iguais aos procedimentos do Banco Central. Todas as medidas entrarão em vigor em 16 de novembro.

Compartilhar:

Leia Também