Banco Central dá 6 meses para que instituições façam “ajustes pontuais” no PIX

sábado, 21 de novembro de 2020

As instituições que fornecerem o serviço do PIX ficarão livres de multas até 15 de maio, de acordo com comunicado do Banco Central.

 

 

A ideia é que elas usem esse período para “fazer ajustes pontuais em suas respectivas plataformas”. Embora afirmem que o PIX esteja funcionando plenamente, alguns acertos pontuais podem ser necessários.

 

 

No entanto, a ideia é que as instituições que forem alvo de reclamações ou avisos adequem rapidamente sua atuação e tomem as medidas necessárias para evitar nova ocorrência.

 

 

Como o PIX é muito novo e o Banco Central quer que tenha caráter multipropósito, ou seja, que não se concentra apenas em substituir TED e Doc nas transferências bancárias, novas funções já vem sendo anunciadas, como o uso em casas lotéricas como opção de pagamento.

Compartilhar:

Leia Também