Pesquisadoras criam bioconcreto usando ervas daninhas

terça-feira, 08 de junho de 2021

A indústria da construção civil emite grandes quantidades de CO2 na atmosfera e o uso do concreto é uma das razões. De olho nessa questão, diversas alternativas têm surgido para substituir o material comum por opções ecológicas.

 

Uma ideia inovadora surgiu em Londres, na Inglaterra, por uma dupla de estudantes: elas criaram um bioconcreto a partir de cascas de lagostins e de uma espécie invasora comum no Reino Unido, que causa prejuízos ecológicos e financeiros ao país.

 

Para fabricar o concreto ecológico, a dupla de estudantes incinerou a planta criando um aglutinante de cinzas. Já as cascas de lagostins pulverizadas atuam como agregado, cumprindo o papel das rochas ou areia. Combinados com água e gelatina, se transformam num material forte e homogêneo.

 

A receita é baseada no concreto de cinza vulcânica desenvolvido pelos antigos romanos. As matérias-primas são obtidas de empresas especializadas em remoção. Outros acabamentos podem ser ainda adicionados, alterando a cor e aparência do produto final.

Compartilhar:

Leia Também