Brasil adere a aliança para aceleração da vacina contra a covid-19

quarta-feira, 30 de setembro de 2020

O governo federal anunciou a adesão ao Instrumento de Acesso Global de Vacinas Covid-19, a Covax Facility. Com isso, o Brasil aprovou a liberação de cerca de R$ 2,5 bilhões para viabilizar o ingresso nesta iniciativa.

 

 

Dessa forma, espera-se que o Brasil possa comprar imunizantes para garantir a proteção de 10% da população até o final de 2021, o que permite atender populações consideradas prioritárias.

 

 

A adesão permitirá o acesso ao portfólio de nove vacinas em desenvolvimento, além de outras em análise.  Com a diversificação de possíveis fornecedores, aumentam as chances de acesso da população brasileira à vacina no menor tempo possível.

 

 

Caberá à Covax Facility negociar com os fabricantes o acesso às doses das vacinas em volumes especificados, os cronogramas de entrega e os preços. A iniciativa não impede que o país realize acordos bilaterais com outras empresas biofarmacêuticas.

Compartilhar:

Leia Também