Brasil pleitea ser a sede de seis etapas da Copa do Mundo de Ginástica

segunda-feira, 21 de dezembro de 2020

O Brasil pretende receber, em 2022, 2023 e 2024, seis etapas da Copa do Mundo de Ginástica.

 

O acordo de intenção para sediar as competições foi fechado entre o secretário Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, Marcelo Magalhães, e a presidente da Confederação Brasileira de Ginástica, Luciene Resende.

 

Se conseguir sediar o evento, esta não será a primeira vez que o Brasil receberá a Copa do Mundo de Ginástica Artística. Entre 1978 e 2016, o país já abriu as portas seis vezes para a competição.

 

A organização desses eventos no Brasil sempre foi marcante, com recorde de público. Mas o mais importante é a função de estimular a prática de ginástica artística e serve também como troca social.

Compartilhar:

Leia Também