Brasil retoma assento no Conselho de Segurança da ONU e reforça sua importância no cenário mundial

sexta-feira, 09 de julho de 2021

No ano de 2022, o Brasil voltará ao Conselho de Segurança da ONU. A definição ocorreu durante eleições da Assembleia Geral das Nações Unidas, nos Estados Unidos.

 

O País volta a ocupar o assento não permanente depois de dez anos, onde permanecerá até 2023. A chegada ao posto coloca em destaque a importância dos interesses históricos do Brasil em relação ao cenário internacional.

 

O que pesou na escolha foi a história diplomática brasileira, em que o combate às desigualdades de poder no plano internacional sempre foi uma tônica. O Brasil sempre foi um país que lutou pela união e paz dos povos.

 

O Conselho é formado por 15 países com direito a voto. Estão nos assentos permanentes Estados Unidos, China, Rússia, França e Grã-Bretanha. Hoje, países como o Brasil buscam uma reestruturação institucional do órgão.

Compartilhar:

Leia Também