Caminhada, mesmo sem supervisão, melhora saúde cardiovascular de praticantes

sexta-feira, 14 de janeiro de 2022

O projeto Exercício e Coração, desenvolvido no Parque Estadual da Água Branca, na Barra Funda, Zona Oeste de São Paulo, mostrou que caminhadas, mesmo quando realizadas sem a supervisão, garantem saúde e bem-estar às pessoas.

 

A pesquisa é realizada em um projeto de extensão da Escola de Educação Física da USP. O resultado deste hábito simples é aumento da capacidade física e diminuição dos fatores de riscos para doenças cardiovasculares.

 

O projeto é realizado desde o ano 2000 e, na última década, e avaliou mais de 1.200 pessoas, que além das caminhadas puderam participar de aulas de alongamento. Os pesquisadores querem que os frequentadores de locais públicos tenham acesso à prática segura de atividade física.

 

A participação no programa era e ainda é gratuita e aberta a todos os usuários do parque. Os voluntários da pesquisa (a maioria mulheres com 60 anos ou mais) foram avaliados a cada seis meses. Os resultados mostram que a saúde do coração agradece – aumenta a capacidade cardiorrespiratória, equilibra a pressão arterial e diminui a circunferência da cintura.

Compartilhar:

Leia Também