Novos carros a partir de 2022 vão ter que reduzir emissão de poluentes

segunda-feira, 24 de janeiro de 2022

Os novos carros comercializados neste ano devem poluir menos que os vendidos até 2021. Isso porque entrou em vigor, em 1º de janeiro, a nova fase do programa de redução de emissão de poluentes pelos automóveis.

 

A mudança faz parte do Programa de Controle de Emissões Veiculares, administrado pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama). O acordo segue um padrão internacional de redução de emissões de gases do efeito estufa.

 

O programa já existe há 36 anos e já reduziu em 98% a emissão de monóxido de carbono dos automóveis. A última vez que as fabricantes de automóveis foram obrigadas a reduzir as emissões de carbono dos motores foi em 2012 para os veículos pesados; e a partir de 2013 para os carros leves.

 

Mesmo com a mudança, cerca de 20 mil veículos devem ser comercializados neste ano com a tecnologia da fase anterior do programa de redução de emissões. O motivo é a falta no mercado de semicondutores usados na fabricação dos carros, que impediu a finalização de parte da frota prevista para 2021.

Compartilhar:

Leia Também