Centro da USP vai testar soluções para cidades inteligentes com tecnologia 5G

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2022

O Centro Interdisciplinar em Tecnologias Interativas vai testar soluções para transformar os campus da USP em laboratórios de experimentação aberta entre a produção científica dos departamentos e ações com a cidade.

 

Um exemplo é o projeto da Escola Politécnica, que desenvolveu o Inspire, um ventilador de baixo custo com tecnologia nacional e de licença aberta. Único capaz de transmitir dados de qualquer lugar do mundo em tempo real.

 

E o uso do 5G, combinado com seus dados, pode dar novos rumos à pesquisa científica. Em um pulmão artificial, o equipamento simula as condições de um órgão humano com covid, utilizando o Inspire como suporte respiratório. Aliado a uma linha de placas eletrônicas, ele pode mandar informações e dar respostas importantes.

 

Na fábrica-laboratório, o grupo trabalha com “Interação Humano-Computador” e com “Meios Eletrônicos Interativos”.

Os pesquisadores afirmam que, com o 5G na USP, haverá infraestrutura de forma antecipada para desenvolver soluções abertas o que se chama de cidade inteligente.

Compartilhar:

Leia Também