Cientista da USP é 1º brasileiro a receber prêmio de diplomacia científica

terça-feira, 16 de fevereiro de 2021

Pela primeira vez, um brasileiro foi indicado ao prêmio da Associação Americana para o Avanço da Ciência. Trata-se do ambientalista Carlos Nobre, pesquisador do Instituto de Estudos Avançados da USP.

 

Ele foi indicado ao prêmio por Emma Torres, chefe do Escritório de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável da ONU, em Nova York.

 

Nobre se dedica à geociência e às ciências ambientais há mais de 40 anos, com ênfase em meteorologia, climatologia, modelagem, mudanças climáticas, desastres naturais e ciência do sistema terrestre.

 

O pesquisador desenvolve o projeto Amazônia 4.0, que busca a construção de fábricas portáteis e altamente tecnológicas, de forma sustentável tanto para a floresta quanto para as comunidades locais.  Segundo ele, “o grande desafio é encontrar uma maneira de zerar o desmatamento, além de criar uma bioeconomia baseada na nossa biodiversidade”.

Compartilhar:

Leia Também