Cientistas descobrem como diagnosticar o Alzheimer anos antes dos sintomas começarem a aparecer

quarta-feira, 31 de março de 2021

Cientistas da Universidade de Manchester, na Inglaterra, usaram a nanotecnologia de ponta para diagnosticar a doença de Alzheimer anos antes dos sintomas começarem a aparecer.

 

A técnica é pioneira e trabalha a partir de “biomarcadores” de sangue, até então desconhecidos. O estudo, já publicado em revista científica, diz que os testes que capturam os primeiros sinais de neurodegeneração no sangue podem oferecer um enorme potencial para o tratamento do Alzheimer.

 

A ideia é, futuramente, diagnosticar a doença através de um simples exame de sangue. Para os testes, a equipe utilizou pequenas esferas para “pescar” e estudar as proteínas no sangue e, então, buscar indícios da doença.

 

De acordo com os cientistas, com o teste desenvolvido, os pacientes com demência podem receber um tratamento eficaz. A doença de Alzheimer é um mistério e há muitas pesquisas no mundo sendo realizadas para facilitar o diagnóstico.

Compartilhar:

Leia Também