Cientistas revertem perda de memória com composto já usado em humanos

segunda-feira, 16 de agosto de 2021

Cientistas das universidades de Cambridge e Leeds, no Reino Unido, conseguiram reverter a perda de memória relacionada à idade, em laboratório.

 

A descoberta pode levar ao desenvolvimento de tratamentos para prevenir a perda de memória em seres humanos, à medida que envelhecem.

 

A equipe também identificou um medicamento em potencial, licenciado para uso humano, que pode ser tomado por via oral. A informação é de que o composto consegue restaurar a memória no envelhecimento e também auxilia na recuperação em lesões da medula espinhal.

 

Ao utilizar o medicamento manipulado houve a restauração da neuroplasticidade e o alívio do déficit de memória. Agora, os pesquisadores estão investigando se isso pode ajudar a aliviar a perda de memória com a doença de Alzheimer.

Compartilhar:

Leia Também