CNI defende metodologia para jovens e adultos concluírem ensino médio

quarta-feira, 02 de junho de 2021

Diante ao alto número de adultos sem a conclusão do ensino médio completo, a Confederação Nacional da Indústria defendeu a aplicação de uma metodologia Sesi para a Nova Educação para Jovens e Adultos, o EJA.

 

De acordo com a entidade, o modelo do Serviço Social da Indústria traz benefícios para a conclusão dessa etapa educacional. Essa metodologia é adotada em 22 estados, e o número de matrículas vem crescendo.

 

A modalidade tem como principais diferenciais a redução do tempo de formação, sendo 12 meses para o ensino médio, e de permanência do aluno em sala de aula, com até 80% de ensino a distância.

 

Em nota, o CNI informa que há um reconhecimento de saberes, que identifica competências desenvolvidas nas experiências de vida e trabalho para um ensino mais personalizado.

Compartilhar:

Leia Também