Colar tecnológico detecta ritmo cardíaco anormal e comunica médicos

sexta-feira, 22 de maio de 2020

 

Cientistas da Universidade da Finlândia desenvolveram um colar que detecta o ritmo cardíaco anormal no corpo dos usuários.

 

O procedimento é simples: primeiro, os pacientes iniciam um aplicativo no celular e colocam o colar entre as palmas das mãos ou entre a palma e o peito por 30 segundos. Ele funciona como um eletrocardiograma e se conecta a um aplicativo de smartphone para mostrar os resultados.

 

Os dados são enviados automaticamente para um serviço em nuvem e analisados por um sistema de inteligência artificial. Dentro de alguns segundos, o aplicativo exibe a análise e manda um relatório para os médicos, que confirmam o diagnóstico.

 

O eletrocardiograma feito pelo colar fornece um método novo e fácil para detectar um ritmo cardíaco anormal chamado de fibrilação atrial, um problema de saúde pública que cresce rapidamente.

 

Compartilhar: