Combate à violência contra a mulher entra para currículo escolar

quinta-feira, 01 de julho de 2021

A prevenção da violência contra a mulher passou a integrar os currículos da educação básica. A nova lei já foi sancionada e objetiva expandir a discussão para dentro das escolas.

 

O desenvolvimento de estratégias de enfrentamento às diversas formas de violência contra a mulher passa a ser conteúdo básico para conscientizar sobre os impactos e as consequências na sociedade. Destaque para as leis de apoio e canais de denúncias de violações de direitos humanos.

 

A norma também Institui a Semana Escolar de Combate à Violência contra a Mulher, a ser realizada todos os anos, no mês de março, em escolas das redes pública e privada de educação infantil, ensino fundamental e médio.

 

De acordo com a professora da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília, Catarina Santos, o debate da violência contra a mulher em contexto escolar precisa considerar que essa violência muitas vezes parte do não respeito à mulher, do machismo e das desigualdades raciais, sociais e de gênero.

 

 

Acesse a loja da Vibe, só aqui você encontra os melhores produtos místicos e esotéricos.

Compartilhar:

Leia Também