Com pandemia, comércio eletrônico tem salto em 2020 e dobra participação no varejo brasileiro

sexta-feira, 05 de março de 2021

O setor de vendas on-line registrou um salto recorde em 2020. Segundo levantamento da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, o crescimento foi de 68% na comparação com 2019.

 

Esse volume elevou a participação do e-commerce no faturamento total do varejo, que passou de 5% no final de 2019 para um patamar acima de 10% em alguns meses do ano passado.

 

Pelo balanço, foram mais de 301 milhões de compras pela internet, com um valor médio de R$ 419. A associação estima que 20 milhões de consumidores realizaram pela primeira vez uma compra pela internet no ano passado.

 

O número de lojas também aumentou: 150 mil estabelecimentos passaram a vender também por meio das plataformas digitais. No auge da quarentena, chegou a haver o registro de uma nova loja virtual a cada minuto. Isso também fez que o setor fosse destaque na criação de vagas.

Compartilhar:

Leia Também