Compartilhar escritórios reduz emissão de gases de efeito estufa

sexta-feira, 13 de março de 2020

Optar por escritórios compartilhados pode ser uma maneira de ajudar a combater as mudanças climáticas. É isso que indica um levantamento feito em 19 países.

Além de incentivar o desenvolvimento econômico regional, o crescimento do número de escritórios compartilhados fora das grandes capitais será responsável por evitar a emissão de mais de 2 milhões e meio de toneladas de CO2 por ano no mundo, nos próximos 10 anos.

De acordo com a pesquisa, os escritórios compartilhados no Brasil – localizados fora das grandes capitais – podem ser responsáveis por evitar a geração de mais de 68 mil toneladas de CO2 por ano, pela proximidade entre a residência e o local de trabalho.

Além da contribuição ambiental, a pesquisa também revela que o segmento será responsável por movimentar mais de 20 bilhões de reais no Brasil nos próximos 10 anos. A previsão é de que, até 2029, mais de 157 mil profissionais utilizarão espaços de coworking fora dos grandes centros urbanos.

Compartilhar:

Leia Também