Composto do alecrim bloqueia ação da Covid

sábado, 19 de fevereiro de 2022

Cientistas norte-americanos apresentaram comprovação científica de que um composto no alecrim pode ser uma arma dupla contra o coronavírus, Parkinson e Alzheimer.

 

Em experimentos, o composto ácido carnósico, extraído do alecrim, bloqueou a interação entre a proteína de pico do SARS-CoV-2 e a proteína receptora, a ACE2, que o vírus usa para entrar nas células.

 

Os cientistas destacaram que em outros estudos o ácido extraído desta erva medicinal teve um efeito adicional, inibindo uma poderosa via inflamatória que se torna ativa na covid grave, bem como em outras doenças, incluindo o Alzheimer.

 

Eles acreditam em um efeito antiviral. Agora o trabalho entra na fase de sintetizar e testar derivados mais potentes do ácido carnósico, com características melhoradas para uso em distúrbios relacionados à inflamação.

Compartilhar:

Leia Também