Conselho aprova uso do FGTS para pagar até 12 parcelas atrasadas da casa própria

segunda-feira, 09 de maio de 2022

O Conselho Curador do FGTS aprovou uma mudança no uso do fundo de garantia para quitar parcelas atrasadas do financiamento da casa própria.

 

Até então, o trabalhador podia utilizar o saldo do FGTS para pagar até três parcelas em atraso. Desde 2 de maio, o fundo pode ser utilizado para quitar até 12 parcelas atrasadas em financiamentos feitos pelo Sistema Financeiro da Habitação.

 

A decisão foi publicada no Diário Oficial da União e será uma medida temporária, valendo até 31 de dezembro. O FGTS foi criado como proteger o trabalhador demitido sem justa causa.

 

Além da demissão sem justa causa, o FGTS pode ser utilizado pelo trabalhador em algumas situações, como aposentadoria e para comprar a casa própria, por exemplo.

Compartilhar:

Leia Também