Consórcio de governos negocia 30 milhões de doses da vacina Sputnik

sexta-feira, 16 de abril de 2021

O Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central, formado pelo Distrito Federal e seis estados, negocia a compra de cerca de 30 milhões de doses da vacina Sputnik.

 

A informação é de as negociações estão “avançadas”. A compra será feita diretamente do com o fabricante, o Fundo Soberano da Rússia. A ideia é que a distribuição das doses ocorra de forma igualitária entre as sete regiões.

 

Apesar do acordo, o consórcio precisa ainda conseguir na Justiça o direito da compra direta do imunizante russo, decisão que precisa de parecer da Anvisa. Por determinação do STF, a agência tem até o dia 28 para decidir sobre a “importação excepcional e temporária” dos lotes.

 

Atualmente, a compra e distribuição de vacinas é feita pelo Ministério da Saúde. No caso do consórcio, a aquisição foi submetida aos conselheiros de cada unidade da federação, que decidiram assinar uma carta de intenção de compra.

Compartilhar:

Leia Também