Controlar o nível de ferro no sangue pode ajudar a retardar envelhecimento

segunda-feira, 27 de julho de 2020

 

Cientistas descobriram alguns genes ligados ao envelhecimento que podem ajudar a explicar porque algumas pessoas ficam velhas de maneiras diferentes.

 

O estudo, que foi realizado internacionalmente, usou dados genéticos de mais de um milhão de pessoas, disponíveis nos servidores públicos. A principal descoberta indica que manter níveis saudáveis de ferro no sangue pode ser a chave para envelhecer melhor e viver mais.

 

Os resultados podem acelerar o desenvolvimento de medicamentos para reduzir doenças relacionadas à idade, prolongar anos de vida e aumentar as chances de envelhecer sem desenvolver doenças graves.

 

Para chegar a essa conclusão, os especialistas concentraram-se em três medidas ligadas ao envelhecimento biológico: vida útil, anos de vida livres de doença e vida longa (longevidade).

Compartilhar:

Leia Também