COP26 é oportunidade para o Acre mostrar bons exemplos que já desenvolve na Amazônia, avaliam especialistas

terça-feira, 02 de novembro de 2021

Pioneiro na criação de uma legislação que regulamenta a captação de recursos para o mercado de carbono ainda em 2010, o Acre tem a oportunidade de mostrar suas atividades durante a COP26.

 

A COP26 é a conferência global do clima e está agendada para ocorrer ainda este mês, na Escócia. Em um documento, 115 grandes empresas brasileiras pedem que o país seja protagonista dessa negociação com os bons exemplos que o Acre já desenvolve na Amazônia.

 

Com o trabalho voltado para redução do desmatamento, reaproveitando áreas já alteradas, a terra indígena, localizada na cidade de Mâncio Lima, no interior do Acre, apresenta potencial para gerar créditos de carbono. Com uma área de mais de 24 mil hectares, apenas 5,8% desse território foi alterado.

 

De olho na crise climática, o mundo busca medidas para reduzir a emissão de gases poluentes e uma opção é justamente a regulamentação do mercado de créditos de carbono. A cada uma tonelada métrica de CO2 não emitida é gerado um crédito.

Compartilhar: