Corredores florestais ajudam a salvar aves raras no Nordeste

quarta-feira, 13 de abril de 2022

Um corredor verde formado por pés de pitanga, limão, acerola e plantas como bromélias ajuda a acolher 23 espécies de beija-flores dentre as mais de 160 variedades de pássaros que voam livremente pelo Jardim dos Beija-Flores.

 

Inaugurado em 2017 dentro da Reserva Particular do Patrimônio Natural Pedra D´Antas, em Pernambuco, o jardim já recebeu mais de 2600 pessoas.

 

A criação do jardim e a restauração florestal são algumas das ações que fazem parte do Projeto Mata Atlântica do Nordeste, região com a área mais degradada do bioma.

 

O objetivo é conservar e aumentar a conectividade de fragmentos remanescentes de Mata Atlântica, entre Pernambuco e Alagoas. O projeto deve impedir a extinção de sete espécies que já são consideradas ameaçadas.

Compartilhar:

Leia Também