Criado Centro Latino-Americano de Biotecnologia

quinta-feira, 24 de dezembro de 2020

Os ministros da Ciência e Tecnologia do Brasil e da Argentina e o ministro da Educação e Cultura do Uruguai assinaram memorando que estabelece a criação do Centro Latino-Americano de Biotecnologia.

 

A ideia é usar a infraestrutura de pesquisa dos três países para manter um polo gerador de conhecimento. Isso acontece por meio do apoio à pesquisa e formação de pesquisadores na área de biotecnologia.

 

Para a criação do CABBIO, o memorando considera a parceria estabelecida, desde 1986, entre Brasil e Argentina. O memorando prevê também o incentivo à participação do setor privado e o intercâmbio com empresas de biotecnologia e equipes científicas e técnicas.

 

Para o ministro Marcos Pontes, a biotecnologia é uma das nossas ferramentas mais poderosas, não só para a criação de remédios, vacinas, tratamentos, mas também para a recuperação econômica.

Compartilhar: