Curativo que trata lesões é feito com própolis

quinta-feira, 10 de março de 2022

Invenção patenteada pela Universidade Estadual de Maringá usa própolis para tratar lesões da pele, incluindo queimaduras.

 

O curativo é adesivo, semelhante aos encontrados em mercados e farmácias, e reúne propriedades bactericida, antifúngica, anti-inflamatória.

 

Os pesquisadores trabalharam na síntese de curativos adesivos sensíveis à pressão, com extrato de própolis incorporado aos produtos. Estes adesivos contendo o extrato possuem aderência intermediária aos curativos médicos comerciais testados.

 

O adesivo sintetizado não irrita a pele e pode ser utilizado como sistema protetor em aplicações transdérmicas, além de auxiliar na cicatrização e recuperação de tecidos lesionados por fungos, bactérias e queimaduras.

Compartilhar:

Leia Também