Dieta determina expectativa de vida livre de doenças crônicas

quarta-feira, 04 de novembro de 2020

Estudo conclui que hábitos alimentares saudáveis estão associados à qualidade e à expectativa de vida de indivíduos entre 50 e 85 anos.

 

Já o risco de mortalidade, em contrapartida, está diretamente relacionado às Doenças Crônicas não Transmissíveis. Nesta lista estão a hipertensão arterial, diabetes, cânceres e doenças respiratórias crônicas.

 

Segundo dados oficiais, essas doenças são silenciosas e causadoras de mais de 70% dos óbitos no Brasil. Ao menos 57 milhões de brasileiros possuem pelo menos uma doença desse tipo.

 

A pesquisa associa a qualidade de grupos alimentares com o risco menor de desenvolver esses males. E conclui que fatores de predisposição genética, quando existem, também podem ser diminuídos ou retardados com cuidados alimentares.

Compartilhar:

Leia Também