Dieta mediterrânea reduz riscos de diabetes em mulheres

segunda-feira, 30 de novembro de 2020

A dieta mediterrânea é capaz de diminuir os riscos de mulheres desenvolverem diabetes tipo 2. É o que indica estudo em que os cientistas buscam biomarcadores relacionando a dieta e a doença.

 

 

Com esse objetivo, os cientistas da Universidade de Harvard concluíram que as principais causas das diabetes são a resistência à insulina, o índice de massa corporal, adiposidade e os níveis de HDL e inflamação silenciosa.

 

 

Os pesquisadores examinaram dados de 25 mil mulheres saudáveis e com idade médica de 52 anos, entre novembro de 1992 e dezembro de 2017. Ao todo, 2300 mulheres desenvolveram diabetes.

 

 

As participantes que tiveram maior adesão à dieta mediterrânea no início do estudo apresentaram risco 30% menor de ter a doença. As descobertas mostram que, ao melhorar a dieta, as pessoas podem diminuir os riscos de desenvolver as diabetes, especialmente se estiveram em sobrepeso.

Compartilhar:

Leia Também