Embalagem de coco e mandioca é criada por pesquisadores na Bahia

segunda-feira, 09 de novembro de 2020

Uma embalagem biodegradável foi criada para a exportação de manga na Bahia, grande produtor da fruta. A solução aproveita matérias-primas abundantes no estado: fibra de coco e amido de mandioca.

 

Desenvolvida por pesquisadores do Senai-Cimatec (Campus Integrado de Manufatura e Tecnologia, a embalagem é fruto de uma parceria com o projeto GestFrut – coordenado pela Embrapa Mandioca e Fruticultura da Bahia.

 

O produto foi desenvolvido a partir de nanocristais da celulose, saídos da fibra de coco, que tem aproveitamento muito menor que a sua real capacidade. Além disso, é uma matéria-prima abundante e de baixo custo, encontrada no Nordeste.

 

Também foi usada como fonte a mandioca, igualmente de fácil acesso e barata. Os autores da tecnologia atestam que a embalagem se degrada em menos de seis meses após o descarte.

Compartilhar:

Leia Também