Embrapa anuncia bioinseticida contra pragas na soja, milho e algodão

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2021

A Embrapa – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – anunciou um novo bioinseticida que, segundo a empresa, não coloca em risco a saúde de trabalhadores que manipulam o produto.

 

O bioinseticida não representa risco também para o meio ambiente, nem para os demais insetos. Denominado comercialmente como Acera, o novo pesticida é indicado para o controle de pragas que atacam as lavouras de soja, milho e algodão.

 

O produto é formado a partir de duas cepas de bactéria, que produzem proteínas com propriedades tóxicas específicas para insetos. Anualmente, por diversas razões, há um aumento da resistência das principais “pragas controladas por cultivares transgênicas”.

 

De acordo com a Embrapa, a “grande vantagem” desse produto biológico é o fato de ele “não afetar o meio ambiente, não intoxicar aplicadores, não matar os inimigos naturais das pragas, além de não poluir rios e nascentes”.

Compartilhar: