Embrapa envia milhares de sementes para ‘bunker’ localizado na Noruega

segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

A Embrapa envia espécies de plantas brasileiras para o maior banco genético do mundo, planejado para resistir a catástrofes climáticas.

 

Segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, já foram envidadas 3.500 sementes de diversas variedades tradicionais brasileiras para o banco mundial de sementes, que fica na Noruega.

 

Entre os produtos estão arroz, milho, cebola, pimentas e além de melancia, pepino e abóboras. Em uma remessa anterior, o país também enviou sementes de feijão.

 

O banco genético foi construído dentro de uma montanha e é considerado o mais seguro do mundo. Ele foi inaugurado há 12 anos e tem sementes de 200 países. O banco foi projetado para resistir a catástrofes ambientais e até nucleares e evitar a extinção das espécies que servem de alimentos.

Compartilhar:

Leia Também