Equipamento vai interceptar plástico dos rios mais poluentes do mundo

quinta-feira, 17 de dezembro de 2020

Em 2019, foi apresentada na Holanda um equipamento flutuante para capturar o lixo plástico nos rios. E nesta semana, a organização a qual o projeto pertence anunciou uma parceria para fabricar uma nova geração dos dispositivos flutuantes.

 

Projetado para aproveitar o fluxo natural do rio para capturar plásticos, o Interceptor retira os detritos da água e os conduz para lixeiras dispostas em seu interior.

 

Essa coleta é feita usando dados de sensor, em que cada lixeira é preenchida até atingir sua capacidade total. O veículo é capaz de extrair 50 mil quilos de lixo por dia – chegando a 100 mil em condições otimizadas.

 

A embarcação é totalmente movida a energia solar e possui baterias de íon-lítio integradas.  Quando anunciou a novidade, dois equipamentos já estavam em funcionamento nas cidades de Jacarta (Indonésia) e Klang (Malásia). O terceiro chegou à cidade de Santo Domingo, capital da República Dominicana. Um quarto Interceptor, previsto para o Delta do Rio Mekong, no sul do Vietnã, teve sua implantação adiada para 2021.

Compartilhar:

Leia Também