Especialistas de SP participam de plano da OMS para erradicar câncer de colo de útero

quinta-feira, 26 de novembro de 2020

A Organização Mundial de Saúde criou, pela primeira vez, uma iniciativa para erradicar um tipo de câncer– o do colo do útero. E dois brasileiros farão parte da iniciativa.

 

 

Os especialistas do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo foram convidados a colaborar na elaboração do documento de estratégia global da OMS para a erradicação do câncer do colo do útero como um problema de saúde pública.

 

 

Segundo o Instituto Nacional de Câncer, estima-se mais de 16 mil novos casos da doença em 2020 no Brasil. No Icesp, a incidência do câncer cervical é maior em mulheres jovens, ocorrendo em 51% dos casos na faixa-etária de 31 a 50 anos.

 

 

Atualmente cerca de 75% dos casos que chegam ao Instituto do Câncer já estão em estágio avançado da doença e, por esse motivo, a taxa de mortalidade é muito alta. Esse tipo de tumor pode ser eliminado com os conhecimentos científicos atuais.

 

 

Por isso, a OMS conclamou os países membros para o desenvolvimento da Estratégia Global para Eliminação do Câncer de Colo de Útero como um problema de saúde pública.

 

 

O plano conta com objetivos e metas claras para ações a serem implantadas no período de 2020-2030, que consiste em três pilares: vacinação, realização de exame de detecção (papanicolau) e tratamentos eficazes.

Compartilhar:

Leia Também