Esponja compostável é produzida com fibras de coco

sexta-feira, 28 de janeiro de 2022

A esponja comum possui plástico poliuretano em sua composição. Ao ser descartado, o material pode ser reciclado mas os programas de reciclagem ainda têm alcance limitado.

 

A empresa brasileira Ákora começou a fabricar a “Ecomais”, uma esponja compostável.

 

Feita de produtos naturais, sem derivados de petróleo, a Ecomais é composta por celulose e fibras de coco. O modelo é 90% biodegradável e se decompõe rapidamente no meio ambiente quando descartada.

 

A empresa afirma que as chances do novo produto riscar as panelas e outras superfícies são menores, compara às esponjas comuns.

 

Esta alternativa ecológica também não perde em durabilidade, que é de cerca de 15 dias. O tempo é o mesmo recomendado para troca das esponjas comumente usadas.

Compartilhar:

Leia Também