Estudo científico mostra que vinho reduz riscos de Covid

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2022

O vinho já é aclamado por ter altos índices do antioxidante resveratrol e agora ganha mais um ponto para a saúde. Uma pesquisa feita entra a China e os Estados Unidos mostram que a bebida poder ser uma aliada à saúde quando o assunto é covid e outras infecções respiratórias.

 

O estudo comprova que o vinho pode proteger, evitar e reduzir as chances de contrair o coronavírus. A proteção encontrada no vinho foi associada ao alto teor de polifenóis – compostos orgânicos presentes em várias plantas e frutas, como as uvas.

 

O estudo comparou o consumo de determinadas bebidas alcoólicas e o risco de contrair covid. Foram avaliados os hábitos de 474 mil pessoas registradas em um banco de dados. O alto consumo de vinho tinto, vinho branco e champagne pareceu levar a um risco 8% menor de contrair a doença.

 

Já os consumidores de vinho fortificado se depararam com um risco 12% menor de infecção. É considerado aqui de uma a quatro taças por semana. Ao mesmo tempo, o consumo de outras bebidas alcóolicas pode aumentar o risco em 28%.

Compartilhar:

Leia Também