Estudo discute relação entre videogames e bem-estar

quarta-feira, 25 de novembro de 2020

Pesquisadores do Instituto de Internet da Universidade de Oxford, no Reino Unido, desenvolveram um estudo em que encontraram uma relação levemente positiva entre bem-estar e o hábito de jogar videogame entre adultos.

 

 

Eles destacaram que o resultado vai contra uma percepção existente em outros estudos de que essa prática levaria ao vício e poderia trazer efeitos nocivos nos jogadores, seja no seu bem-estar seja no incentivo a condutas violentas.

 

 

Nesse estudo, os autores analisaram dados de jogadores de dois jogos através de uma escala de sensações e sentimentos indicativos de bem-estar, como motivação, autonomia e competência.

 

 

O resultado é um acréscimo leve de respostas positivas à medida que o número de horas jogadas aumentou. Os pesquisadores afirmam que quando há uma motivação interna do jogador, a relação com o bem-estar é positiva.

Compartilhar:

Leia Também