Estudo indica combinação de atividades para fugir do sedentarismo e da inatividade

quinta-feira, 08 de julho de 2021

Cientistas descobriram uma espécie de “coquetel” de exercícios para reduzir os riscos de morte prematura e aumentar a longevidade. Eles descobriram que ficar sentado por muito tempo pode desfazer os benefícios da prática física.

 

O estudo da Universidade Federal de Pelotas avalia duas situações distintas: a inatividade física e o sedentarismo. O primeiro caso ocorre quando a pessoa não atinge os 150 minutos de atividades semanais. Já o sedentarismo consiste em permanecer muito tempo em repouso.

 

O estudo indica que apenas cumprir com a recomendação semanal não é suficiente. Os benefícios da atividade física estão relacionados não só com a duração do exercício, mas também com o tempo gasto na atividade sedentária.

 

Através do estudo, os pesquisadores recomendam uma combinação de atividades. Um exemplo: três minutos de exercício moderado a vigoroso por dia, mais seis horas de atividade física leve e nove horas de tempo sedentário podem representar uma redução de 30% no risco de mortalidade.

Compartilhar:

Leia Também