Estudo mapeia mais de 300 negócios inovadores focados nos desafios da longevidade

sexta-feira, 20 de novembro de 2020

Para investigar quais são os desafios e as oportunidades da chamada Economia Prateada, a Fundação Dom Cabral tem desenvolvido uma série de estudos sobre a longevidade.

 

 

O mais recente estudo apresentou conclusões propositivas em três grandes linhas: análise do mercado da longevidade e o consumo dos maduros; oportunidades e inovações; e casos de sucesso de investidores e empreendedores.

 

 

O estudo mapeou negócios voltados para atender a chamada revolução prateada. São produtos e serviços adequados aos 60+ que vão de aplicativos para gestão do cuidado, soluções para construção de cidades inteligentes, até experiências para bem-estar e suporte para planejamento do fim da vida.

 

 

Do total de iniciativas levantadas na pesquisa, 40% delas destinam-se a soluções para o Cuidado e 25% na Gestão do Cuidado. Neste cenário encontram-se tecnologias para dar suporte aos desafios em Saúde Mental, Saúde Financeira e Envelhecimento. A região Sudeste com 64% concentrou, o maior número de soluções.

Compartilhar:

Leia Também