Experimento em SP sugere redução de estresse em crianças com leitura de histórias

quinta-feira, 17 de junho de 2021

Além dos já conhecidos benefícios da leitura, um novo estudo sugere que ler para crianças doentes pode ajudar na redução dos hormônios responsáveis pelo estresse – auxiliando no tratamento de recuperação.

 

De acordo com os pesquisadores do Instituto D´Or de Pesquisa e Ensino, em parceria com a Universidade Federal do ABC, as análises foram feitas om amostras de saliva de 81 crianças internadas em unidades de terapia intensidade (UTI) em São Paulo.

 

As amostras demonstraram que, no grupo onde havia terapia com contação de histórias, houve diminuição nos níveis do cortisol, hormônio associado ao estresse. A investigação também contou com a participação de seis contadores de histórias voluntários, membros da Associação Viva e Deixe Viver.

 

Crianças costumam criar um vínculo muito forte com histórias. Por um processo de comparação, elas ajudam a lidar com as situações que estão vivendo. Estudos anteriores já haviam explicado esse processo psicológico como uma interação dinâmica e complexa entre linguagem, texto e imaginação, chamado de “transporte narrativo”.

Compartilhar:

Leia Também